13 sintomas de mediunidade

A mediunidade é uma faculdade inata a todos os seres. É o sexto sentido apurado e a voz da sua consciência superior (alma), que diminui a distância entre o invisível e o visível, confortando o coração de muitos.

A mediunidade é um intercâmbio entre céu e terra, entre o mundo espiritual e o mundo material, que potencializa a sua intuição e o contato com o seu Eu superior. Facilita a comunicação com os seus guias, mentores e anjos da guarda. 

Será a mediunidade inata a todos?

Uma vez que todos nós possuímos um campo eletromagnético, todos temos a capacidade de receber e transmitir energias e vibrações, atuando com os mais diversos planos de existência, desde o mais denso ao mais subtil.

Todavia, não precisamos necessariamente de intermediários entre nós e a espiritualidade. Como diz Allan Kardec, “Mediuns são todas as pessoas que sentem, num grau qualquer, a influência dos espíritos. Essa faculdade é inerente ao homem e, por conseguinte, não constitui um privilégio exclusivo. Por isso mesmo, raras são as pessoas que não possuam alguns rudimentos dessa faculdade. Pode-se, pois, dizer que todos são mais ou menos mediuns.”

Em algumas pessoas essa habilidade é mais evidente do que noutras, o que pode estar relacionado com a sua recetividade ao tema. 

Se pensar bem, com certeza recordar-se-á de algum momento intuitivo, em que uma espécie de sussurro lhe disse para “não ir a determinado local, para não ir por aquele caminho ou para não confiarmos em tal pessoa”. Isso terá sido uma comunicação dos seus anjos, mentores e guias espirituais para a auxiliar na sua jornada terrena.

13 sinais de mediunidade aflorada

  1. Sentir a energia de pessoas e ambientes;
  2. Sonhos premonitórios;
  3. Intuição assertiva;
  4. Sentir emoções que não são suas e que surgem do nada, sem uma causa aparente;
  5. Perceber facilmente quando alguém está a mentir;
  6. Captar os pensamentos de outras pessoas;
  7. Ter conhecimento de coisas que pensava não dominar;
  8. Ver vultos e espíritos;
  9. Ouvir zumbidos, barulhos e vozes dos espíritos;
  10. Sentir cheiros que ninguém mais ninguém sente;
  11. Sensação de alguém ter tocado no seu corpo, sem haver uma presença física próxima;
  12. Saber, de antemão, quando alguém está doente;
  13. Implicância ou antipatia sem causa aparente ou mal-estar junto de uma pessoa, mesmo que não a conheça.

Sinais de mediunidade aflorada

Estes sintomas de mediunidade podem manifestar-se em maior ou menor escala, variando de pessoa para pessoa. Todavia, não tenha receio, pois temer a espiritualidade é temer uma parte de si mesma. Nunca se esqueça que está aqui, mas não é daqui. 

Tipos de mediunidade

São inúmeras as divisões feitas relativamente aos fenómenos de mediunidade. Confira.

Olfativa

É a capacidade de sentir cheiros, aromas e odores que advêm do plano extrafísico, que “surgem do nada” e não têm explicação plausível. 

Sensitiva

São pessoas que sentem a presença de espíritos e energias em seu redor, através de arrepios, zumbidos no ouvido, sensação da presença de alguém, etc. Aos poucos, a pessoa passa a identificar a natureza do espírito (se é bom ou mau). 

Todas as pessoas possuem esta sensibilidade, em maior ou menor grau, pois o plano espiritual está em constante contato com todos nós. E esta é uma faculdade indispensável ao desenvolvimento de todas as outras mediunidades.

Auditiva

Os mediuns auditivos ouvem a voz dos espíritos e conseguem comunicar com eles. É como uma voz interior que se faz ouvir no íntimo das pessoas.

Vidente ou clarividente

É uma faculdade independente da visão, pois os espíritos não são vistos com os olhos físicos, mas com o chakra do terceiro olho. Quando essa capacidade está em desenvolvimento, é possível ver a aura das pessoas, vultos e a vibração eletromagnética das pessoas e dos ambientes.

Psicofónica ou de incorporação

O voz do medium serve como um instrumento de comunicação para o espírito. Pode acontecer a distorção total da voz do intermediário.

Psicográfica

Os médiuns psicógrafos transmitem as comunicações dos espíritos através da escrita.

Intuitiva

O medium capta, intuitivamente, a informação, interpreta-a e transmite-a. A pessoa recebe informações de assuntos que nunca ouviu falar ou pressente que algo irá acontecer futuramente, apesar de não saber explicar como, nem porquê.

Terapêutica

É um dom que algumas pessoas possuem e que permite equilibrar a saúde de terceiros através do toque ou imposição de mãos, e sem recurso a medicamentos.

Em resumo

 Todas as pessoas sentem, em diferentes graus, a influência dos espíritos. Em algumas pessoas essa habilidade é mais evidente do que noutras, o que pode estar relacionado com a sua recetividade ao tema. 

Destacamos os seguintes sintomas de mediunidade aflorada: intuição certeira, sonhos premonitórios, perceção da energia das pessoas e dos ambientes, captação dos pensamentos dos outros, empatia com as emoções de terceiros, implicância com alguém, sem saber o motivo. 

Existem diferentes abordagens relativamente à divisão dos tipos de mediunidade, todavia, existe um consenso relativamente à existência das mediunidades olfativa, sensitiva, auditiva, vidente, psicofónica, psicográfica, intuitiva e terapêutica. 

Conteúdos relacionados
Como ouvir a sua intuição
Como ouvir a sua Intuição

Descubra como ouvir a sua intuição e tomar decisões alinhadas com seu propósito de vida. Aprenda o significado da intuição, como reconhecê-la e desenvolvê-la.

Livro Brida
Livro Brida de Paulo Coelho

O verdadeiro amor é uma energia que flui, renova e expande, conectando-nos uns aos outros e ao vasto universo que nos envolve. Desvende a Outra Parte com Brida.

Despertar espiritual e meditação
Meditação espiritual: o que é?

A meditação espiritual é mais do que relaxamento e redução do stress. É uma experiência de ativação da consciência, de conexão com a nossa alma e com outras.

error: Content is protected !!